sexta-feira, 13 de abril de 2007

Uma rapidinha

Felipe tomando meio segundo de Raikkonen mesmo com as condições adversas da pista não é bom sinal. Kimi se mostra cada vez mais adaptado ao carro da Ferrari; eu tinha um temor antes do início da temporada que Felipe teria sua melhor chance de vitória nesses dois GPs, agora que Alonso e Kimi estão ficando redondos com suas equipes e ainda temos Hamilton no bolo, Felipe vai ter uma missão espinhosa daqui pra frente. Não estou falando de ordens de equipe e afins, mas simplesmente de Kimi se desenvolver na equipe e começar a andar mais rápido que Felipe. Alonso é Alonso e Hamilton provou ser mais que um estreante comum.
Resumindo, a novela continua...

2 comentários:

Hassan Nasser disse...

Engracado como a sorte joga numa corrida de formula 1, (desculpem a falta de ascento no meu portugues, esse meu aparelho foi comprado fora, e esta configurado em ingles) Bom como dizia, a sorte sempre tem uma certa relevancia na F-1, tomamos o exemplo do grande campeao Schumacher, nao quero compara-lo a Ayrton Senna, e nem devo, uma vez que eram epocas diferentes, e estilos de pilotagens diferentes, nao tiro o merito de shumacher em nada, e considero-o um dos melhores pilotos de todos os tempos, mas devemos concordar tambem que em varias fazes de sua vida, a sorte esteve ao seu lado, e eh neste ponto que eu me baseio para perguntar, sera que os Brasileiros estao fadados a um eterno "segundo posto" na ferrari? O que acontece com o talento de Rubinho? O que acontece com a promessa Felipe Massa? Onde foi toda aquela garra, mostrada com tanto vigor na corrida do Brasil no ano passado?
Eu me pergunto isso, e olho para as outras grandes equipes, pilotos jovens, talentosos, e tambem cheios de garra, esperando o momento certo da oportunidade...
A oportunidade de Massa chegou, Kimi nao eh uma promessa, Kimi eh o "real deal", uma ameaca a nossas esperancas de um "proximo Senna", ou um novo Piquet. Felipe ja esta a tres anos na F-1, mais do que nunca o tempo eh agora, e pelo jeito, o tao odiado segundo lugar parece ser um aconchego para os "novos talentos do Brasil".

kaka disse...

Pois è Hassan, concordo em poucos detalhes com voce...Sua pergunta è bem obvia, mas..

Voce realmente acha q o Barrichello e o Felipe Massa eram promessas pra Formula 1, ou nòs, ainda abalados e eternamente tristes com a morte de nosso heroi, criamos essa suposta ilusao de novos e promissores campeoes??

Em relaçao a ºsorteº de schumacher, acho que sorte, quem teve, foi Damon Hill e Villeneuve, que sei la como foram campeoes do mundo....Schumacher teria sorte se ganhasse 1 ou 2, mas sabemos q ele ganhou um pouco mais...

Quer saber mais...faremos o mesmo com o Piquetzinho e com quem mais vier....

Abraços e parabens pelo blog..