sábado, 20 de outubro de 2007

Não deixa de ser irônico.


Infelizmente não estou em Interlagos para assistir a corrida pela primeira vez, o quer seria uma ótima desculpa pelas espassas postagens desse mês aqui no blog, esse que é o último mês da temporada 2007. Já em clima de despedida acompanhei pela tv os dois primeiros treinos livres em São Paulo na sexta, onde a disputa entre Alonso e Hamilton começou cedo.

Até Raikkonen entrou na dança, onde fazer o melhor tempo parecia questão de honra entre os líderes. Massa lascou o melhor tempo sábado pela manhã, confirmando que com o tempo bom vai ser osso duro de roer.

Na disputa pela pole Felipe Massa muito confortável com a pista conseguiu o melhor tempo com um impressionante Hamilton roubando a segunda colocação de Kimi Raikkonen. Impressionante por que a Mclaren deu pinta de que está um poquinho inferior à Ferrari para essa pista e mesmo assim o inglês tirou um tempo da cartola, assombrando com a segunda melhor parcial da superpole e ficando àpenas 0s151 do tempo da pole. Vem de uma corrida infernal na China, numa pista onde nunca correu e imediatamente se impôs ao bicampeão Fernando Alonso. Larga para ser campeão e se não se envolver em incidentes ano que vem seu carro sai gravado com o número um.

Fernando Alonso tanto na pista como fora dela me passou a impressão de estar um pouco apagado. Não brilhou em nenhum treino e na classificação teve um desempenho inferior à Hamilton. Alguns atribuem ao azar do espanhol por estar correndo pela segunda vez com o mesmo motor, o que realmente faz algum sentido. Mesmo assim o espanhol parece mais conformado em perder o título para seu companheiro estreante.
Raikkonen fez o que pôde e levou seu carro à terceira posição. Sua chances são ínfimas mas não impossíveis, mas Hamilton largando à sua frente coloca sua situação numa perpectiva mais realista. Corre como uma zebra, se ganhar vai ser por uma grande sorte.

Felipe Massa esteve no sábado onde esteve no início do ano, andando mais rápido que todos, fazendo parecer que a vantagem que tem sobre a Mclaren é resultado de sua pilotagem, deixando à sombra seu companheiro. Infelizmente é muito tarde para uma reação, seu companheiro o deixou pra trás. Mas pelo que lutou esse ano, mesmo com altos e baixos Felipe reluziu um pouco mais que Kimi, e uma vitória na sua terra natal seria mais do que merecido.
Quem sabe começa o ano de 2008 ainda mais motivado?

2 comentários:

Ron Groo disse...

Vai ser um corridão...com certeza!

Felipe Maciel disse...

Isso aí, tem tudo pra ser uma grande corrida.
Vamos ver se o Massa conquista duas vitórias seguidas no Brasil, não é qodo dia que um brasileiro faz algo assim...