quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Notinhas.

O mundo da fórmula 1 vive sua última semana do ano pelo campeonato de 2007 e nem o mercado de pilotos está agitado. Apenas a notícia da renovação de Felipe Massa até 2010 com a Ferrari mereceu capa em todos os meios, pelo menos na internet. Isso significa que o brasileiro tem mais 3 temporadas para ganhar um título pela Ferrari. Grande demonstração de confiança no brasileiro o time italiano fez; anunciar esse prolongamento do contrato antes da última corrida do ano onde o brasileiro foi o primeiro e único dos quatro líderes a abandonar a corrida ao título foi até uma surpresa.

Ainda mais se pensarmos que o bicampeão do mundo Fernando Alonso pode estar disponível em 2009 ou até já em 2008. Pelo menos a curto prazo a Ferrari não tem interesse em Alonso. Das duas uma: A equipe tem tanta confiança no talento de Felipe que prefere nem cogitar a possibilidade de ter um grande campeão como Alonso.
Ou Felipe está fadado a ser segundo piloto caso Kimi Raikkonen desponte como o melhor piloto da Ferrari nos próximos anos, já que não precisaria ou nem poderia ter Alonso e Raikkonen na mesma equipe.

Fernando Alonso pode ter se colocado numa espécie de bolha esse ano. Ao analisarmos 2007 como um todo fica claro que o espanhol criou uma tempestade enorme na Mclaren e até no resto do circo com esse caso de ser preterido na equipe inglesa. Ou por querer status de primeiro piloto. Uma equipe como a Ferrari prima pela harmonia, e estando contente com os resultados de seus pilotos não arriscaria colocar Alonso e destruir sua paz. A própria Mclaren pode fechar suas portas definitivamente para Fernando.

O campeonato desse ano mostrou algumas anomalias que estavam de uma certa forma adormecidas à algum tempo. Espionagem e troca de informações, brigas entre pilotos e dirigentes e até disputa entre "nações", como a briga entre ingleses e espanhóis.
Sempre estive com o pensamento de que Alonso é sim um pós adolescente mimado que como pessoa não tem a mesma maturidade que demonstra dentro das pistas. Mas depois de o piloto ter arrastado tanto tempo essa disputa começo a acreditar que existe muitas coisas dentro do time inglês que não vieram a tona. Talvez num futuro saberemos....

A expectativa para o GP do Brasil aumenta e todo mundo já procura apostar no seu favorito, já que se Fernando Alonso ganha Lewis Hamilton pode chegar no máximo em segundo senão o título fica com o espanhol. E se numa dessas os pilotos da Mclaren se enroscam sobra para Kimi Raikkonen levar a taça. A briga está bem aberta e mesmo com a vantagem de Hamilton vejo a maioria apostando em Alonso.
Quem será que leva a melhor?

2 comentários:

Café com F1 disse...

É, tb não entendi muito bem esta atitude da Ferrari. Eu no lugar dele não sei se renovaria. Pelo menos não por tanto tempo...

Felipe Maciel disse...

E Hamilton ainda vai ter 10 cavalos a mais de potência que Alonso. Agora é mais favorito ainda.