quinta-feira, 17 de maio de 2007

Jogue a primeira pedra quem nunca pensou nisso...

Ronaldinho Gaúcho se juntou à Kaká e pediu para não jogar com a seleção na copa América. Nem sabia eu que Kaká não queria participar do torneio. E também não me aprofundei nas notícias pra ficar dentro dos detalhes e saber os motivos dos dois desfalques voluntários. Mas não foi uma notícia a ser comemorada. Me parece que confirmam que não jogaram a copa de 2006 com vontade mesmo. Sempre achei que a mídia exagerava um pouco nos comentários sobre salto-alto, jogadores mascarados e concentração na Suíça. Com essa atitude desses jogadores aliada ao fato de Ronaldo Careca (para não chamá-lo de Fenômeno) chegar totalmente, absolutamente fora de forma na competição esportiva mais vista no mundo (mais que as olimpíadas?) fica claro sim o descaso desses super-atletas super bem pagos com a instituição Seleção Brasileira. Precisam de férias? Eles se aposentam do futebol mais ou menos com 35 anos!!! Vão ter muito tempo para férias. E a vida deles não se pode chamar de muito sofrida hoje. Quantas Copas América eles acham que vão disputar em toda a carreira? Acho que há tempos os jogadores de topo no Brasil são exemplo de muitas coisas erradas presentes na cultura do Brasil que se moldou no meio dos anos 90. Celebridades Big Brother, super-atletas de 105 quilos, parece tudo farinha do mesmo saco. Não falo isso para desconsiderar os feitos desse atletas, mas temos que ter a verdadeira noção de quanto feijão ainda precisamos comer até o Brasil alcançar alguma coisa. Schumacher correu até os 38 anos em plena forma. Senna fazia miséria na pista com 34 anos. Não aprendemos nada com eles?
Na Inglaterra também tem Big Brother, mas lá tem também Top Gear, Coldplay, Dido, Oasis, Radiohead, James Bond ... e nós o que temos? Ahh mais a gente também tem Bond, o Bonde do Tigrão, Faustão, Xuxa... entre outros, que são nossa imagem lá fora. Sacou? Essa é a nata que produzimos na última década, estamos felizes agora?

3 comentários:

gil disse...

E o pior é ter que aturar esse pessoal, nao falo nem dos atletas ou ditos, mais os tais dos Big sei lá o quê. Tanta gente importante e legal com coisa pra falar vai botar logo essa galera nos holofotes? Santa falta de noção, Batman!

Felipe Maciel disse...

Falou tudo e mais um pouco.
Brilhante texto, Sakher, mas talvez seja demais comparar esses manés com o Senna e com o Schumacher. Não são dignos disso.

Aline disse...

Falo por mim, que estou batendo às portas dos 30, às vezes eu fico meio perplexa ao ver um atleta de 34 ser chamado de velho. Juventude é força, vitalidade, beleza, mas idade é experiência, bagagem, e parece que isso não tem o menor valor hoje em dia. E eu nem acho que tenho idade pra ficar reclamando de idade!